Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Movimento Econômico

SES-PE autoriza gestantes que tomaram a primeira dose da vacina da Astrazeneca completem a imunização com vacina da Pfizer

Ouvir

Por: REDAÇÃO Portal

No Recife, o intervalo de aplicação da vacina da Astrazeneca volta a ser 60 dias

No Recife, o intervalo de aplicação da vacina da Astrazeneca volta a ser 60 dias

Foto: Reprodução/G1

29/07/2021
    Compartilhe:

Em Pernambuco, mulheres grávidas e que deram à luz há pouco tempo, que tomaram a primeira dose da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Astrazeneca, deverão, preferencialmente, completar o esquema de imunização com o insumo fabricado pela Pfizer. A decisão do governo do estado segue uma recomendação do Ministério da Saúde e atinge 2.609 mulheres pernambucanas.

Em nota, a secretaria estadual de saúde frisou que é de extrema importância tomar as duas doses para garantir a alta eficácia das vacinas e assim evitar formas graves da Covid-19 e até mortes pela doença. As grávidas são consideradas grupo de risco.

Ainda segundo o governo, recentes estudos com os imunizantes da Astrazeneca e Pfizer mostraram que eles geraram “resposta imune robusta e boa segurança”.

Antes da decisão, a orientação para as gestantes que tomaram a Astrazeneca era tomar a segunda dose, do mesmo fabricante, após o puerpério, período em que o corpo da mulher precisa para voltar às condições pré-gestação. Esse tempo costuma ser de 45 a 60 dias após o parto. 

Já as gestantes que se vacinaram com a Pfizer, seguem o calendário normal de 90 dias para aplicação da segunda dose. O uso da Astrazeneca em grávidas e puérperas foi suspenso em maio deste ano, depois que a Anvisa foi notificada sobre a morte de uma gestante vacinada com o imunizante. 

Outra informação envolvendo a Astrazeneca é que depois de receber uma remessa mais robusta de vacinas, a prefeitura do Recife voltou a abrir agendamento para que pessoas que tomaram a primeira dose da Astrazeneca possam retornar aos postos 60 dias depois. A aplicação já pode ser agendada no aplicativo e site conecta Recife, mas segundo a gestão, a antecipação está sujeita a disponibilidade de doses em estoque.

Confira mais informações na reportagem de Samuel Santos, clicando no play acima.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook